Perfumaria e Cosméticos

Perfumaria e Cosméticos
Compre os seus produtos de beleza on-line.

Escola Bíblica Dominical - 2º Trimestre 2017 - Lição Nr 04

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Despedida do ano de 2014!


Me despeço do ano de 2014 com muita alegria, este foi um ano de muitas lutas mas em todas Deus me  abenço-ou com muitas vitórias. Este foi um ano muito abençoado por Deus, um ano em que Deus esteve muito presente em minha vida! Agradeço ao meu Poderoso Deus pela vida e bençãos concedidas a minha amada família, agradeço ao meu Deus pela minha vida durante todo este ano. Sabendo que em 2015 também terei muitas lutas, mas tenho a certeza e creio que o meu Deus estará comigo concedendo muitas e muitas vitórias, aprendi de Deus que só tem grandes vitórias; quem tem que lutar grandes batalhas pois não há vitórias sem lutas em qualquer área de nossas vidas. 


Feliz 2015 para todos!

“Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo” (1 Pedro 1.6,7).




sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo Evangélico...

Mensagem de Feliz Ano Novo Evangélico

feliz ano novo fogos


Feliz ano novo a todos que visitaram este site. E o Pai não se esqueceu de ninguém. Ele está no sorriso dos que se alegram, mas também contempla as lágrimas dos que choram.

Com a Graça de Deus, mais um ano vai chegando ao fim. Para muitos o ano foi de conquistas. Gente que conseguiu finalmente terminar aquele projeto tão sonhado. Agradecemos muito a Deus por termos alcançado a várias pessoas com estes estudos e mensagens bíblicas durante este ano; e esperamos que no ano que se aproxima estejamos juntos novamente - Conhecendo o Deus vivo de Abraão, Isaque e Jacó.
Pela graça, também foi muito gratificante receber milhares de comentários e testemunhos de como os estudos ajudaram a fortificar a fé dos nossos leitores - recebemos notícias de pessoas que retornaram à casa do nosso pai celeste por intermédio das mensagens postadas no site.
Mas há muita gente que não acreditava que chegaria até aqui. Foi pela graça de Deus. Entendo que houve momentos difíceis. Foi um ano de muito trabalho, o ano foi cansativo. E poderia citar também aqueles que tiveram algum tipo de perda. Quanta gente perdeu tanta coisa! Durante o ano, certamente houve quem perdeu um amigo, um parente. Hoje você chega ao fim de mais um ano, sem nem saber como. Com o coração quebrado, a alma ferida e até partida. Eu te entendo, Deus te compreende.

Feliz Ano Novo a todos os Evangélicos e aos demais leitores deste Site independente de suas religiões, crenças ou fé que o meu Deus abençoe a todos e que o Espírito Santo faça grandes mudanças em seus corações!
Nada melhor do que a palavra de Deus para podermos encontrar o consolo que conforta a nossa alma!
E pelo poder renovador, recriador de remoldar, refazer, Deus fez nascer um lindo planeta azul. Tudo começou com a luz. Primeiro o Pai fez a luz.
Por isso, ainda que você não esteja em um bom momento, se você permitir que o Espírito Santo se mova no seu caos, no seu problema, logo verás uma preciosa e sublime luz, começar a clarear progressivamente o seu caminho.
O sofrimento e a escuridão não poderão te vencer, pois a alegria está na luz de Jesus!
"O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." Salmos 30:5
Ano novo é momento de reflexão. Aqui você pode fazer um balanço do que se passou, fazer planos, quem sabe aquele casamento sai?! rsrs.
Tem gente que vai iniciar o ano novo fazendo aquele regime, aquela dieta para perder peso. Há quem planeja estudar, fazer o curso que tanto aguardava, melhorar o salário, trocar de profissão.
Mas sejam quais forem seus planos, faça-os sempre ao lado de Jesus. Convide o bom Pastor a participar dos seus planos. Certamente ele iluminará o seu caminho e te guiará em segurança.
Ano novo é tempo de recomeço, refazimento e é tempo de Esperança! Creia que Deus pode te dar um ano muito melhor. Mas Ano Novo é também tempo de mudança! Faça como Zaqueu, mude para melhor, deixe Jesus modificar o seu caráter, busque ser uma nova, pacífica e justa criatura.
Aprenda com seus erros, tente não cometê-los novamente. Seja prudente, cuidado com o cartão de crédito ou endividamentos desnescessários!
Tenha uma visão positiva da vida! Não supervalorize as dificuldades. Lembre-se que você tem Jesus ao seu lado. Use de estratégias, seja sensível, use a sua percepção espiritual, busque a orientação de Deus.
Não esqueça que para tudo há um momento certo. Há um propósito para todas as coisas.
"Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu." Eclesiastes 3:1
Enfim, que as bençãos do Senhor estejam com você e com os seus!
Venha conosco no próximo ano, estude a palavra conosco.
Feliz Ano Novo, a Paz e a Graça do Senhor Jesus!

"Em todo o tempo ama o amigo e na angústia nasce o irmão."  Provérbios 17:17

Alegre-se o seu coração na presença de Deus... Pois mesmo você não acreditando na presença e no poder de Deus; Ele jamais desacreditou de você...

Cheer up your heart in God's presence ...  For even if you do not believe in the presence and power of God; He never disparaged you ...

Anímate tu corazón en la presencia de Dios ... Porque incluso si usted no cree en la presencia y el poder de Dios; Él nunca te menospreció ...

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Religião versus Ciência...


Muitas pessoas, em todo mundo, insistem em dizer que ciência e religião são impatíveis ou se tem crença numa ou se racionaliza a outra. Alguns cientistas bem-sucedidos admitem a existência de Deus (sem negarem a ciência) e o seu grande Amor por nós, seus filhos.

O que eu não entendo é como eles explicam, e na maioria das vezes não explicam, as coisas que provém de Deus, as coisas impossíveis de serem feitas por humanos, os "Milagres", tais coisas que não tem explicação lógica e não podem ser provados pela ciência, ainda que alguns médicos descrente digam com frequência “foi um milagre”.
A Ciência tem a sua importância, sem dúvida, porém se Deus criou tudo, a Ciência e até aqueles que a ela se dedicam, não lhes ficaria nada mal e tornar-se-iam mais nobres se descessem do seu pedestal e confessassem: “Sim há coisas que estão para além da explicação da ciência”.

Albert Einstein, um dos maiores cientistas da história conseguiu chegar a uma conclusão científica de que Deus existe, veja o vídeo:

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Ação Social - Natal 2014

No último sábado dia 20 de dezembro de 2014, realizamos nossa última ação evangelística/social  do ano de 2014 (antes do Natal), na comunidade do Núcleo Rural São José em Planaltina-DF, na oportunidade tivemos a honra e o prazer de proporcionar uma tarde de lazer com distribuição de brinquedos para cerca de 80 crianças; e também ministrar um culto infantil com o tema "Jesus o verdadeiro espírito do Natal" para crianças, jovens e adultos na igreja de nossos amigos e irmãos em Cristo Pastor Clóves e Missionária Raquel os quais são os responsáveis pelos trabalhos missionários naquela comunidade rural.







Alegrar o coração de uma criança não tem preço, quanto mais alegrar o coração de várias crianças...

Jesus certa vez disse: "Disse-lhes Jesus: Deixai vir a mim estas criancinhas e não as impeçais, porque o Reino dos céus é para aqueles que se lhes assemelham. Mateus 19:14"

"Senhor meu Deus e nosso Pai, em nome do Teu filho amado Jesus Cristo; abençoa e derrama o teu Santo Espírito sobre todas as crianças de todos os povos de todas as nações, livrando-as de todos os males, livrando-as de todas as dores, de fome e frio. Abençoa suas famílias para que suas necessidades sejam supridas. Amém!"

Feliz e abençoado Natal para todos!

Toda a Honra e toda a Glória seja à Deus!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Feliz Natal!

Um feliz, abençoado e próspero Natal para todos, que todos os povos e nações do mundo reconheçam o verdadeiro sentido e o verdadeiro espírito natalino...





Reflita e já comece a projetar; e sonhar os seus 365 dias do ano de 2015...

"Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e ele tudo fará. Salmos 37:5"

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Último Culto de Missões de 2014 e Cantata de Natal...

No domingo dia 14 de Dezembro de 2014, foi realizado na ADET Asa Norte o Último Culto de Missões do ano 2014 e a tradicional Cantata de Natal. 
 

Assista, curta, comente e compartilhe estes vídeos...


 
 
 

 
 
 

O Culto de Missões do Ministério ADET acontece sempre no segundo domingo  do mês e tem como principal objetivo Louvor e Adoração a Deus e também apresentação dos trabalhos do campo missionário no Brasil e no Exterior, você é nosso convidado para nos fazer uma visita em uma data oportuna.
 
 
 
SCLRN 705 Bloco D Sobreloja - Via W3 Norte - Asa Norte - Brasilia-DF

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Santificação...

Santificação: O controle dos apetites e paixões


“Que vos abstenhais das concupiscências carnais que combatem contra a alma” [1Pe 2:11], é a linguagem do apóstolo Pedro. Muitos consideram este texto como uma advertência unicamente contra a licenciosidade; mas ele tem um significado mais amplo. Proíbe toda satisfação prejudicial do apetite ou paixão. Que ninguém, dentre os que professam piedade, considere com indiferença a saúde do corpo e se lisonjeie pensando que a intemperança não seja pecado e que não afetará sua espiritualidade. Existe uma íntima relação entre a natureza física e a moral. Qualquer hábito que não promova a saúde, degrada as mais elevadas e nobres faculdades. Hábitos errôneos no comer e beber, conduzem a erros no pensar e agir. A condescendência com o apetite fortalece as propensões animais, dando-lhes a ascendência sobre as faculdades mentais e espirituais.

É impossível a qualquer pessoa gozar da bênção da santificação enquanto é egoísta e glutona. Muitos gemem sob um fardo de enfermidades, por causa de hábitos errôneos no comer e beber, os quais fazem violência às leis da vida e saúde. Eles estão enfraquecendo seus órgãos digestivos, ao satisfazerem um apetite pervertido. O poder da constituição humana para resistir aos abusos praticados contra ela é maravilhoso; mas os persistentes maus hábitos no excessivo comer e beber enfraquecerão toda a função do corpo. Na satisfação do apetite pervertido ou da paixão, mesmo cristãos professos prejudicam a Natureza em seu trabalho e diminuem a força física, mental e moral. Considerem bem, estas pessoas possuídas de tais fraquezas, o que teriam sido se houvessem vivido dentro das normas da temperança, e promovido uma boa saúde ao invés de desta terem abusado.

Não uma norma impossível

Quando Paulo escreveu: “O mesmo Deus de paz vos santifique em tudo” [1Ts 5:23], não exortou seus irmãos a visarem uma norma que lhes era impossível atingir; não orou para que tivessem bênçãos as quais não era a vontade de Deus conceder. Ele sabia que todos os que hão de estar preparados para encontrar a Cristo em paz, precisarão possuir um caráter puro e santo.
 “Todo aquele que luta, de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós porém, uma incorruptível. Pois eu assim combato não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha dalguma maneira a ficar reprovado” [1Co 9:25-27]. “Não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” [1Co 6:19-20].
Oferta imaculada

Outra vez, escreve o apóstolo aos crentes: “Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional” [Rm 12:1]. Específicas determinações haviam sido dadas ao antigo Israel para que não fosse apresentado a Deus nenhum animal defeituoso nem doente. Unicamente o mais perfeito deveria ser escolhido para este fim. O Senhor, por meio do profeta Malaquias, reprovou Seu povo muito severamente por se haver desviado destas instruções.
“O filho honrará o pai, e o servo ao seu senhor; e, se Eu sou Pai, onde está a Minha honra? e, se Eu sou Senhor, onde está ó Meu temor? diz o Senhor dos exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o Meu nome e dissestes: Em que desprezamos nós o Teu nome? Ofereceis sobre o Meu altar pão imundo, e dizeis: Em que Te havemos profanado? Nisto que dizeis: A mesa do Senhor é desprezível. Porque, quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não faz mal! e, quando ofereceis o coxo ou o enfermo, não faz mal! Ora apresenta-o ao teu príncipe: terá ele agrado em ti? ou aceitará ele a tua pessoa? diz o Senhor dos exércitos ... Vós ofereceis o roubado e o coxo e o enfermo; assim fazeis a oferta: ser-Me-á aceito isto de vossa mão? diz o Senhor” [Ml 1:6-13].
Embora dirigidas ao Israel antigo, estas palavras contêm uma lição para o povo de Deus de hoje. Quando o apóstolo apela a seus irmãos para apresentarem seus “corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus” [Rm 12:1], expressa os princípios da verdadeira santificação. Esta não é uma teoria, uma emoção, ou uma forma de palavras, mas um princípio vivo e ativo, que entra na vida diária. Ela requer que nossos hábitos de comer, beber e vestir sejam tais, que nos assegurem a preservação da saúde física, mental e moral, a fim de que possamos apresentar ao Senhor nosso corpo, não como uma oferta corrompida por hábitos errôneos, mas um “sacrifício vivo, santo e agradável a Deus” [Rm 12:1].

Estimulantes e narcóticos

A admoestação de Pedro para que nos abstenhamos das concupiscências carnais é a mais direta e enérgica advertência contra o uso de tais estimulantes e narcóticos como o chá, café, fumo, álcool e a morfina. Estas condescendências podem muito bem ser classificadas entre os apetites que exercem uma influência perniciosa sobre o caráter moral. Quanto mais cedo se formam estes hábitos prejudiciais, tanto mais firmemente eles prenderão sua vítima em escravidão ao vício e tanto mais certamente haverão de rebaixar a norma da espiritualidade.

O ensino da Bíblia fará apenas uma fraca impressão sobre aqueles cujas faculdades estão entorpecidas pela satisfação própria. Milhares sacrificarão não somente a saúde e a vida, mas sua esperança do Céu, antes de intentarem lutar contra seus próprios apetites pervertidos. Uma senhora que por muitos anos professara estar santificada, fez a afirmação de que, se precisasse renunciar seu cachimbo ou o Céu, haveria de dizer: “Adeus, Céu; não posso vencer meu amor ao caximbo”. Este ídolo havia sido entronizado no coração, deixando para Jesus um lugar inferior. Contudo, esta mulher professava ser inteiramente do Senhor!

Concupiscências que combatem contra a alma

Onde quer que possam estar, aqueles que estão verdadeiramente santificados haverão de elevar a norma da moral, conservando corretos hábitos físicos e, como Daniel, apresentando aos outros um exemplo de temperança e renúncia. Cada apetite depravado se torna uma concupiscência belicosa. Tudo que combate a lei natural cria um estado doentio na alma. A condescendência com o apetite produz um estômago dispéptico, um fígado entorpecido, um cérebro anuviado e, assim, perverte o temperamento e o espírito do homem. E estas faculdades debilitadas são ofertadas a Deus, que recusava aceitar as vítimas para o sacrifício, a menos que fossem imaculadas! É nosso dever manter nossos apetites e hábitos de vida em conformidade com a lei natural. Se os corpos oferecidos sobre o altar de Cristo fossem examinados com o acurado escrutínio a que se sujeitavam os sacrifícios dos judeus, quem seria aceito?

Com que cuidado devem os cristãos regularizar seus hábitos, a fim de poderem preservar o vigor todo, de cada faculdade, para o uso no serviço de Cristo! Se queremos ser santificados moral, física e espiritualmente, precisamos viver em conformidade com a lei divina. O coração não pode manter consagração a Deus, enquanto os apetites e paixões são satisfeitos à custa da saúde e da vida. Aqueles que violam as leis das quais depende a saúde, deverão sofrer a penalidade. Eles têm de tal modo limitado suas capacidades em todo sentido, que não podem, devidamente, desempenhar seus deveres para com os semelhantes e assim deixam, totalmente, de atender aos reclamos de Deus.

Quando a Lord Palmerston, premier da Inglaterra, foi pedido pelo clero escocês para designar um dia de jejum e oração, a fim de livrar o país da cólera, respondeu, com efeito: “Limpai e desinfetai vossas ruas e casas, promovei a limpeza e a saúde entre os pobres, e providenciai para que tenham abundância de bom alimento e vestuário, e executai corretas medidas sanitárias, em geral, e não tereis nenhuma ocasião para jejuar e orar. Tampouco o Senhor ouvirá vossas orações enquanto estas Suas precauções permanecerem desatendidas”.

Diz Paulo: “Purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus” [2Co 7:1]. Ele apresenta, para vossa animação, a liberdade desfrutada pelos verdadeiramente santificados: “Portanto agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segunda a carne, mas segundo o Espírito” [Rm 8:1]. Ele ordena aos gálatas: “Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne” [Gl 5:16]. Então nomeia algumas das formas das concupiscências carnais — “idolatria, bebedices e coisas semelhantes a estas” [Gl 5:19-21]. E, depois de mencionar os frutos do Espírito, entre os quais está a temperança, acrescenta: “E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências” [Gl 5:24].

O fumo

Tiago afirma que a sabedoria que é do alto, “é, primeiramente pura” [Tg 3:17]. Se ele houvesse visto seus irmãos usando o fumo, não teria denunciado essa prática como “terrena, animal e diabólica” [Tg 3:15]? Neste século de luz cristã, quão freqüentemente os lábios que tomam o precioso nome de Cristo são sujados pelo sarro do fumo, e a respiração poluída pelo mau cheiro. Certamente a alma que pode usar tal imundícia, deverá também ser poluída. Ao ver homens que professam desfrutar das bênçãos da completa santificação, enquanto eram escravos do fumo, poluindo tudo ao seu redor, tenho pensado: Como haveria de parecer o Céu com fumantes ali? A Palavra de Deus declara distintamente que nele não entrará “coisa alguma que contamine” [Ap 21:27]. Como, pois, podem aqueles que condescendem com este hábito imundo esperar achar entrada ali?

Homens que professam santidade oferecem o corpo sobre o altar de Satanás e queimam incenso de tabaco a sua majestade satânica. Parece severa esta afirmação? Certamente, o sacrifício é oferecido a alguma divindade. Visto como Deus é puro e santo, e não aceitará coisa de caráter corrupto, Ele recusará este sacrifício dispendioso, imundo e profano; portanto, concluímos que Satanás é quem reclama essa honra.

Jesus veio para salvar o homem das garras de Satanás. Veio para livrar-nos pelo sangue de Seu sacrifício expiatório. O homem que se tornou propriedade de Deus e cujo corpo é o templo do Espírito Santo, não se escravizará sob o pernicioso hábito de usar o fumo. Suas energias pertencem a Cristo, que o comprou com preço de sangue. Sua propriedade é do Senhor. Como, pois, poderá ele achar-se sem culpa, gastando, diariamente, o capital do Senhor a ele confiado, para satisfazer um apetite que não tem nenhum fundamento em a natureza?

Uma enorme soma é desperdiçada anualmente com esta condescendência, enquanto almas estão perecendo por falta do pão da vida. Cristãos professos roubam a Deus nos dízimos e ofertas, ao passo que oferecem sobre o altar do apetite destrutor, no uso do fumo, mais do que dão para aliviar os pobres ou suprir as necessidades da causa de Deus. Aqueles que são verdadeiramente santificados, vencerão todo apetite prejudicial. Então todos estes canais de despesas desnecessárias serão voltados para o tesouro do Senhor, e os cristãos tomarão a dianteira na renúncia de si mesmos, no sacrifício próprio e na temperança. Assim serão a luz do mundo.

Chá e café

O chá e o café, do mesmo modo que o fumo, têm efeito prejudicial sobre o organismo. O chá é intoxicante. Conquanto em menor grau, seu efeito é de caráter semelhante ao das bebidas alcoólicas. O café tem muito maior tendência para anuviar o intelecto e entorpecer as energias. Não é tão poderoso como o fumo, mas semelhante em seus efeitos. Os argumentos apresentados contra o fumo podem também ser aplicados contra o uso do café e do chá.

Quando aqueles que são viciados no uso do chá, café, fumo, ópio ou bebidas alcoólicas são privados de seu costumeiro vício, então acham impossível empenhar-se, com interesse e zelo, na adoração de Deus. A graça divina parece impotente para avivar ou espiritualizar suas orações ou seus testemunhos. Estes professos cristãos deveriam considerar a fonte de seu gozo. É ela de cima, ou de baixo?

Para o que usa estimulantes, tudo parece insípido sem o vício predileto. Este mata as sensibilidades naturais tanto do corpo como da mente e o tornam menos suscetível à influência do Espírito Santo. Na ausência do estimulante usual, ele tem uma fome física e espiritual, não fome de justiça, nem de santidade, nem da presença de Deus, mas de seu acariciado ídolo. Na satisfação das concupiscências prejudiciais, cristãos professos estão diariamente enfraquecendo suas faculdades, impossibilitando-as de glorificar a Deus.

Fonte de Origem dos estudo e pesquisa:

http://www.exegesebiblia.blogspot.com.br/2012/08/santificacao-o-controle-dos-apetites-e.html 

http://text.egwwritings.org/publication.phppubtype=Book&bookCode=Sa&lang=pt&pagenumber=27

domingo, 7 de dezembro de 2014

NATAL DIAS DE FESTA...


Feliz Natal! 



“Aproxima-se o Natal”, eis a nota que soa através do mundo, de Nortea Sul e de Leste a Oeste. Para os jovens, de idade imatura, e mesmo para os de mais idade, é este um período de alegria geral, de grande regozijo. Mas o que é o Natal, que assim exige tão grande atenção? …
O dia 25 de dezembro é supostamente o dia do nascimento de Jesus Cristo, e sua observância tem-se tornado costumeira e popular. Entretanto não há certeza de que se esteja guardando o verdadeiro dia do nascimento de nosso Salvador. A História não nos dá certeza absoluta disto. A Bíblia Sagrada não nos informa a data precisa. Se o Senhor tivesse considerado este conhecimento essencial para a nossa salvação, Ele Se teria pronunciado através dos Seus profetas e apóstolos, para que pudéssemos saber tudo a respeito do assunto. Mas o silêncio das Escrituras sobre este ponto dá-nos a evidência de que ele nos foi ocultado por razões as mais sábias.
Na Sua sabedoria o Senhor ocultou o lugar onde sepultou Moisés. Deus o sepultou e Deus o ressuscitou e o levou para o Céu. Este procedimento visava prevenir a idolatria. Aquele contra quem se haviam rebelado quando estava em serviço ativo, a quem haviam provocado quase além dos limites da resistência humana, era quase adorado como Deus depois de separado deles pela morte. Pela mesma razão é que Ele ocultou o dia preciso do nascimento de Cristo, para que o dia não recebesse a honra que devia ser dada a Cristo como Redentor do mundo – Aquele que deve ser recebido, em quem se deve crer e confiar como Aquele que pode salvar perfeitamente todos os que a Ele vêm. A adoração da alma deve ser prestada a Jesus como o Filho do infinito Deus.” (Ellen White, Review and Herald, 9 de dezembro de 1884). Arautos do Rei - Vaso de Alabastro

sábado, 6 de dezembro de 2014

A ponte para uma vida satisfatória

Foi encontrado um esqueleto ao lado de um abrigo provisório numa ilha desolada no meio do Atlântico. O anônimo marinheiro fizera um diário relatando detalhadamente sua provação de quatro meses. Ele havia sido deixado na Ilha da Ascensão pela frota holandesa em 1725 por causa de algum crime não mencionado. Em pouco tempo, ele acabou tendo que beber o sangue de tartarugas para tentar saciar sua sede exacerbada. O sofrimento físico do homem era intenso, mas em seu diário aparece uma dor muito maior: uma culpa sufocante.
Ele escreveu palavras atormentadas tais como: "Que dor imensa os mortais pecadores sentem quando deixam para trás os caminhos da justiça, e aumentam o número dos condenados". O maior isolamento desse marinheiro naquela ilha solitária veio do sentimento de separação de Deus. Foi isso o que se provou ser insuportável no final.

Os seres humanos têm estado a lutar com esse sentimento de isolamento desde que Adão e Eva "se esconderam do SENHOR Deus entre as árvores do jardim", depois de terem comido do fruto proibido (Gênesis 3:8). Os novos e estranhos sentimentos de vergonha, culpa e medo impeliram aquele primeiro casal a fugir de Deus quando este os chamou. Aqueles sentimentos infelizmente são bem comuns para nós atualmente.
O que é que causa separação entre nós e Deus?
"Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dEle". Isaías 59:2 (A não ser quando indicado, todos os textos bíblicos da série DESCOBERTAS BÍBLICAS são da Nova Versão Internacional da Bíblia [NVI].).
Esse grande abismo que isola os seres humanos de Deus não é vontade dEle. Deus não se afastou de Adão e Eva - foram eles que correram dEle.

1. SATISFAZENDO NOSSO ANSEIO SECRETO

Antes que o pecado manchasse o quadro, Adão e Eva usufruíam uma intimidade com seu Criador num maravilhoso jardim, o Éden. Tragicamente, eles acreditaram nas mentiras de Satanás, sobre se tornar tão sábios quanto Deus, e quebraram os laços de confiança com seu Criador (Gênesis 3).
Depois de terem sido expulsos do Jardim do Éden, Adão e Eva encontraram uma vida muito mais dura do lado de fora. Agora, dar à luz e cuidar do solo era acompanhado de sangue, suor e lágrimas. Sua íntima ligação com Deus se desfez, eles se encontravam vulneráveis para os desejos não satisfeitos e seus anseios dolorosos - resultados da solidão do pecado.
Desde o primeiro ato de rebelião de Adão e Eva, "todos" (a raça humana inteira) têm caído nos mesmo padrão de pecado e estão sujeitos à morte, que é o castigo final do pecado.
"Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a MORTE VEIO A TODOS OS HOMENS, porque TODOS PECARAM". Romanos 5:12

Todos já sentimos um grande anseio em nosso coração por algo que perdemos, um anseio por um tipo de segurança que apenas Deus pode dar. Freqüentemente tentamos satisfazer esse desejo através de compras caras, uma corrida sem limites para obter uma promoção no trabalho, ou simplesmente abusar de álcool, drogas e da promiscuidade, a fim de acabar com esse vazio.
Mas todos os nossos anseios são sintomas da solidão que sentimos pela falta de Deus. E não há cura para isso a não ser experimentar Seu amor em nossa vida.
"Tu me farás conhecer... a alegria da Tua presença, eterno prazer à Tua direita". Salmo 16:11
Satisfação real virá apenas quando o abismo entre nós e Deus for superado, e formos capazes de novamente andarmos em Sua presença.

2. CRUZANDO O ABISMO DO PECADO E DA MORTE

As pessoas não são as únicas que ficaram solitárias por causa do pecado. O coração de Deus também doeu no dia em que Adão e Eva viraram as costas para Ele. E Deus ainda sofre com os sofrimentos e tragédias humanas. Ele está ansioso para satisfazer nossos anseios mais secretos e curar nossas feridas emocionais. Ele não ficou satisfeito em apenas olhar com simpatia o abismo que nos separou dEle. Deus decidiu se tornar a ponte para ultrapassar o abismo do pecado e da morte.
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nEle crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus enviou o Seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele". João 3:16, 17.

Deus deu o Seu Filho e Jesus deu a Sua vida como sacrifício pelo pecado, pagando com isso a dívida do pecado. Sua vida, morte e ressurreição possibilitaram o perdão e salvação do pecado, sem ser complacente com o pecado, e dando ao universo uma demonstração do verdadeiro caráter de Cristo e Satanás. A ponte feita com o corpo moído e sangrando de Cristo atrai as pessoas para longe da armadilha do pecado. O amor supera o abismo, capacitando a todos que colocam sua fé em Cristo como Senhor e Salvador a terem parte na vida eterna.

3. SETE FATOS ESSENCIAIS QUE VOCÊ DEVERIA SABER SOBRE JESUS

Esses sete fatos sobre Jesus não se aplicam a nenhum outro homem que já tenha vivido:
(1) JESUS VEIO DO CÉU À TERRA
Por quanto tempo Jesus diz que existe?
"Antes de Abraão nascer, EU SOU!". João 8:58
Jesus notificou o mundo: "EU SOU!" Eu sempre existi e para sempre existirei. Apesar de Jesus ter nascido de uma mãe humana (Mateus 1:22, 23), Ele é Deus - O Deus em carne humana.
D. L. Moody, o pregador conhecido como Billy Graham do 19o século, disse certa vez sobre a encarnação de Jesus: "Já teria sido muito sacrifício para Jesus vir e ser ninado num berço de prata, ser cuidado por um anjo, e ser alimentado por uma colher de ouro. Mas o Criador dos céus e da terra escolheu vir e se tornou homem, nascendo num estábulo, filho de pais pobres, no pior ambiente possível".

Um anjo, na época do nascimento de Jesus, falou a José:
"Ela [Maria] dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ELE SALVARÁ O SEU POVO DOS SEUS PECADOS". Mateus 1:21
Jesus, o Criador do Universo (João 1:1-3, 14), estava desejoso de vir ao nosso mundo para nos resgatar do pecado e da morte.

(2) JESUS VIVEU UMA VIDA SEM PECADO
"Jesus, o Filho de Deus,... passou por todo tipo de tentação, porém sem pecado". Hebreus 4:14, 15.
Deus fez mais do que tentar nos tirar de uma vida de pecado e nos levar a uma vida mais satisfatória. Ao viver aqui como um Homem, Jesus tornou uma vida sem pecado muito mais atrativa do que qualquer sermão que Ele tivesse pregado.
Satanás, o adversário de Cristo, procurou durante a vida terrena de Jesus levá-lo a pecar. No deserto, o Diabo preparou seus mais ferozes assaltos contra a integridade de Jesus (Mateus 4:1-11). No Gêtsemani, antes da Sua crucifixão, a pressão da tentação alcançou tal intensidade que o Mestre suava gotas de sangue (Lucas 22:44).

Mas Cristo ficou firme contra tudo o que o Diabo apresentou, "porém, sem pecado". Por ter experimentado a pressão imensa dos problemas e tentações humanas, Jesus entende nossas lutas. Ele é capaz de "compadecer-se de nossas fraquezas" (Hebreus 4:15).
Por que era necessário que Jesus vivesse uma vida sem pecado?
"Deus tornou Jesus, que era sem pecado, em pecado por nós; e em lugar da vida de pecados, Jesus nos dá Sua vida sem pecado, para que com isso possamos ser livres do pecado nEle". II Coríntios 5:21, parafraseado.

Jesus venceu a tentação e viveu uma vida sem pecado, a fim de que Ele pudesse trocar a nossa velha vida de pecados pela Sua vida santa.

(3) JESUS MORREU PARA PURIFICAR DO PECADO
Quantas pessoas pecaram?
"TODOS pecaram e estão destituídos da glória de Deus". Romanos 3:23
Qual é a penalidade do pecado?
"Pois o salário do pecado é a MORTE; mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor". Romanos 6:23
Por que Jesus morreu?
"Vejam, é o Cordeiro de Deus, que TIRA O PECADO do mundo!" João 1:29
Todos nós pecamos e estamos sujeitos à morte eterna, mas Jesus morreu em nosso lugar. Ele se tornou "pecado por nós". Ele pagou o preço do pecado por nós. Sua morte é um dom, e "o DOM gratuito de Deus é a VIDA ETERNA em Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6:23).
Jesus entregou Sua vida perfeita e justa como um dom de amor para nós. Um amor como esse é quase que totalmente incompreensível para nós. E por causa da Sua morte, "temos PAZ com Deus" (Romanos 5:1).

(4) JESUS RESSUSCITOU DOS MORTOS
A morte de Jesus na cruz não foi o final de Sua impressionante história. Ele não poderia permanecer morto e ser nosso Salvador.
"E, se Cristo não ressuscitou, é inútil a nossa pregação, como também é inútil a fé que vocês têm, e ainda estão em seus pecados. Neste caso, também os que dormiram em Cristo estão perdidos". I Coríntios 15:17, 18
Maomé e Buda apresentaram ao mundo algumas das grandes verdades filosóficas. Eles inspiraram a vida de milhões de pessoas, mas eles não têm poder sobrenatural para dar a vida, portanto permanecem em seus túmulos.

Por ter ressurgido do túmulo no terceiro dia após Sua morte, que promessa Jesus pode fazer a nós?
"Porque Eu vivo, vocês também viverão". João 14:19
Jesus está vivo! Por ter vencido a morte, Ele pode nos libertar da morte e nos oferecer vida que é tanto abundante quanto eterna. Ele irá viver em nosso coração se Lhe convidarmos para fazer isso. O Cristo ressuscitado está presente para suprir nossas necessidades hoje.
"E Eu estarei com vocês, até o fim dos tempos". Mateus 28:20
Homens e mulheres por todo o mundo estão partilhando histórias de como Cristo os libertou dos piores vícios e dos mais profundos traumas emocionais.
Um de nossos ex-alunos escreveu essas palavras de gratidão em uma de suas folhas de resposta: "Eu era um alcoólatra. Um dia, quando estava bêbado, eu vi um cartão na sarjeta anunciando o seu estudo bíblico. Eu peguei o papel, o preenchi, recebi e estudei a lição, e então obtive o primeiro conhecimento real de Cristo. Pouco tempo depois de fazer o curso bíblico, eu dediquei minha vida a Deus e perdi a vontade de beber". Quando Jesus tomou posse da sua vida, esse homem recebeu um novo poder para lhe capacitar a superar esse vício. Por ser nosso Salvador ressurrecto, Cristo pode salvar a todos os que O buscam para obter ajuda.
(5) JESUS SUBIU AO CÉU
Antes de Jesus voltar para o Pai depois de Sua ressurreição (Atos 1:9), Ele fez essa promessa aos Seus seguidores:
"Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em Mim. Na casa de Meu Pai há muitos aposentos;... Vou PREPARAR-LHES LUGAR. E... voltarei e os levarei para mim... onde eu estiver". João 14:1-3
(6) JESUS MINISTRA COMO SACERDOTE CELESTIAL
Jesus constantemente nos prepara para vivermos no céu.
"Por essa razão era necessário que ele se tornasse semelhante a seus irmãos em todos os aspectos, para se tornar sumo sacerdote misericordioso e fiel com relação a Deus, e fazer propiciação pelos pecados do povo. Porque, tendo em vista o que ele mesmo sofreu quando tentado, ele é capaz de socorrer aqueles que também estão sendo tentados". Hebreus 2:17, 18.
Jesus veio ao mundo para "fazer propiciação pelos pecados do povo", e nos resgatar da miséria da escravidão do pecado. Ele morreu para nos salvar, por isso Ele pode erradicar, no final, a causa do pecado, sofrimento e morte através da destruição do Diabo.

Jesus como Nosso Sumo Sacerdote se tornou "semelhante a seus irmãos em todos os aspectos". E Ele agora aparece continuamente na presença do Pai para interceder por nós, como Mediador. O mesmo Jesus que abençoou as crianças, reabilitou a mulher pega em adultério e perdoou o ladrão na cruz, está trabalhando no céu agora mesmo para suprir nossas necessidades, para "socorrer aqueles que estão sendo tentados".

(7) JESUS VIRÁ OUTRA VEZ
Antes de retornar ao céu, que promessa Jesus fez?
"E se Eu for e lhes preparar lugar, VOLTAREI e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver". João 14:3
Quando Jesus retornar, Ele nos libertará do pecado, da doença, da tragédia, e da morte que infestam esse planeta. E Ele irá nos receber de braços abertos num novo mundo de felicidade eterna e vida imortal.

4. AMOR INFALÍVEL

Uma história é contada sobre um casamento arranjado em Taiwan, entre U-Long e uma jovem mulher chamada "Flor Dourada". Quando U-Long levantou o véu de sua noiva depois da cerimônia, ele ficou chocado e desgostoso. O rosto dela estava cheio de marcas de catapora.
Depois disso, U-Long procurava falar o mínimo possível com sua esposa. Ela tentava fazer o seu melhor para deixá-lo feliz, ela trabalhava bastante em casa, esperando que seu marido, com o tempo, viesse a aceitá-la. Mas ele permanecia frio e indiferente para todas as expressões de afeto dela.
Depois de doze anos dessa fraude de casamento, U-Long começou a perder a visão de seus dois olhos. Um médico lhe disse que ele ficaria completamente cego se não se submetesse a um transplante de córnea. Mas a operação era cara e havia uma longa lista de espera.
Flor Dourada começou a trabalhar muitas horas durante a noite, fazendo chapéus de palha para angariar mais dinheiro. Um dia, U-Long foi informado que havia uma córnea disponível para ele, pois tinha ocorrido um acidente. Ele correu para o hospital para se submeter à cirurgia.
Depois de ter se recuperado, e sem desejar, decidiu ver sua esposa para que pudesse lhe agradecer por ter conseguido o dinheiro. Quando ele virou a cabeça dela para olhá-la de frente, ele engasgou. Ela estava cega, com os olhos brancos, sem córnea. Tomado pela emoção, ele caiu aos seus pés e soluçou. Então, pela primeira vez na vida, ele sussurrou o nome dela: Flor Dourada.

Já há muito tempo que Jesus deseja ter um relacionamento especial com aqueles que têm sido indiferentes para com Ele. Ele deseja que finalmente sussurremos Seu nome como nosso Salvador. Ele estava desejoso de sacrificar não apenas Seus olhos, mas todo o Seu corpo a fim de demonstrar seu amor infalível. Seu amor é tão poderoso que Cristo "veio ao mundo para salvar os pecadores" (I Timóteo 1:15).
O grande sacrifício de Cristo criou um aponte que supera nossa indiferença, que cobre nossa alienação. Você já descobriu pessoalmente que Ele deseja guiar você para superar o abismo e se aninhar nos braços dEle? Você só precisa responder: "Jesus, eu te amo. Obrigado por Seu incrível sacrifício. Entre em meu coração e me salve agora - salve-me completamente, salve-me totalmente, salve-me eternamente. Amém!".
JESUS
VEIO como Deus em natureza humana.
VIVEU uma vida sem pecado em nosso lugar.
MORREU por nossos pecados.
RESSUSCITOU para nos libertar da morte.
SUBIU aos céus para nos preparar um lugar no céu.
MINISTRA a cada dia como nosso sumo sacerdote.
VIRÁ EM BREVE para nos levar para estarmos com Ele para sempre.

Fonte de Origem deste Artigo: http://www.jesusvoltara.com.br/descobrindo/05_vida_morte_jesus.htm

Classificação da Perseguição Religiosa 2016!

Classificação da Perseguição Religiosa 2016!
Classificação dos 50 Países com Perseguição Religiosa, onde seguir à Jesus pode custar a vida. Atualizado em 2016.

Noticias Gospel Mais...

Parceria

O Evangelho de Jesus Cristo, alçando o Mundo!

My Instram