SBB

Escola Bíblica Dominical - 4º Trimestre 2017 - Lição Nr 08

Canal Luisa Criativa

= Assista, curta, comente, inscreva-se e compartilhe. Atualização semanal todos os domingos às 16:00 horas.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Islamofascismo...


Islamofascismo é um termo que vem sendo empregado para descrever certas ideologias promovidas por alguns seguidores da religião islâmica, cujos objetivos são, invariavelmente, estabelecer uma ortodoxia islâmica e resistir às influências do secularismo ocidental. Em resumo, é um termo usado indiscriminadamente para se referir às ideias e os objetivos dos movimentos radicais (pacíficos ou não) dentro do islamismo.

O termo serve para dar a noção de que o Islã não é tanto uma religião, mas uma ideologia política que em muitos aspectos se assemelha ao fascismo (ou seja, a definição comum moderna equivalente ao totalitarismo). O termo islamofascismo pode ainda se referir tanto à estrutura social de uma sociedade vivendo sob estrita Sharia (a lei islâmica), ou o comportamento de alguém que vive de acordo com uma ideia estrita do que considera o verdadeiro Islã.
Um islamofascista pode ser definido como um fundamentalista, alguém que usa a violência ou táticas de intimidação para impor princípios islâmicos a outros grupos. É um fanático muçulmano movido pela intolerância e que a todo custo quer impor suas ideias. Assim, muitos críticos passaram a associar a ideologia fascista ao islamismo, enxergando objetivos equivalentes nos dois grupos. O fascismo envolve a criação de um estado autoritário centralizado para impor obediência a uma doutrina reacionária, transformando-a em ideologia abrangente. Do mesmo modo estariam agindo vários radicais islâmicos ao buscarem a imposição de sua visão radical da religião em vários países.
Na verdade, todas as religiões em algum período da história desenvolvem grupos que colocam a religião acima de tudo, mesmo a vida de outros indivíduos. Interessante notar que outra palavra semelhante associada ao islamismo à exaustão é “fundamentalismo”, nascida da crítica ao comportamento de certos grupos cristãos instalados ao longo do chamado “Bible belt” nos Estados Unidos. Aqui temos um caso semelhante, onde críticos, que geralmente não possuem uma visão geral do que seja a religião, analisam certos aspectos desta, chegando à conclusão de que esta é uma ameaça ao modo de vida como conhecem e apreciam, e a partir daí, cunham um termo do tipo.
Embora existam radicais islâmicos de toda sorte, o termo “islamofascismo” é certamente um equívoco, pois nenhum grupo religioso islâmico alega promover ideias fascistas, concebendo uma teocracia de extrema-direita. Pelo que se sabe, isso ocorre com movimentos cristãos norte-americanos, que abertamente adotam princípios fascistas.
O termo “islamofascismo” teria surgido pela primeira vez a 8 de setembro de 1990. Sua autoria é atribuída ao jornalista e historiador escocês Malise Ruthven, em uma coluna sobre religião para ojornal britânico Independent. Naquela ocasião, Ruthven descrevia o modo como ditaduras árabes usavam ​​a religião para manter um controle rígido sobre a população.
Bibliografia:
Islamo-fascism (em inglês). Disponível em: < http://www.discoverthenetworks.org/guideDesc.asp?catid=183&type=issue >

Minizinha

Vote Projetos

Crie seu próprio questionário de feedback de usuário - Professor Julio Cesar Martins

Perfumaria e Cosméticos

Perfumaria e Cosméticos
Compre os seus produtos de beleza on-line.

Classificação da Perseguição Religiosa 2017!

Classificação da Perseguição Religiosa 2017!
Classificação dos 50 Países com Perseguição Religiosa, onde seguir à Jesus pode custar a vida. Atualizado em 2017.

Noticias Gospel Mais...

Parceria

O Evangelho de Jesus Cristo, alçando o Mundo!

My Instram