Perfumaria e Cosméticos

Perfumaria e Cosméticos
Compre os seus produtos de beleza on-line.

Escola Bíblica Dominical - 2º Trimestre 2017 - Lição Nr 09

domingo, 30 de setembro de 2012

José de Arimatéia e Nicodemos

Há pessoas neste mundo confiáveis e úteis enquanto as circunstâncias forem boas, mas, diante dos problemas, parecem tropeçar. Há outras de cujos problemas e perigo parecem brotar o que têm de melhor. Tais pessoas, nessas circunstâncias, mostram-se à altura da situação, demonstrando a coragem que não se tinha visto nelas até então. José de Arimatéia e Nicodemos se enquadram neste último grupo.
O problema era simples: quem enterraria Jesus? Não, não apenas quem o enterraria, mas quem lhe faria o sepultamento respeitável e compassivo de que merecia? Quem cuidaria para que o corpo de Jesus não fosse colocado num sepulcro comum, mas que Jesus estivesse "com o rico . . . na sua morte", como foi profetizado por Isaías (53:9)? Quem colocaria o seu corpo em "um sepulcro novo, no qual ninguém tinha sido ainda posto"? (João 19:41).
A resposta haveria de vir de uma fonte surpreendente. Não seriam os apóstolos, pois a maioria deles estava se escondendo de medo dos judeus (João 20:19). Não seriam as mulheres que o seguiram fielmente, pois não tinham recursos para isso. Seria José de Arimatéia.
José homem rico e membro proeminente do mesmo conselho que tinha condenado Jesus Cristo. José tinha muitas qualidades admiráveis. Ele era um homem justo e bom que esperava o reino de Deus. Ele se destacou entre os seus companheiros para crer em Jesus. Ele não permitiu que nomes como "blasfemo", "samaritano", "enganador" e "poder de Belzebu" o dispusessem contra Jesus. Quando o conselho havia condenado a Jesus, entregando-o a Pilatos para a sentença de morte, José "não tinha concordado com o desígnio e ação" (Lucas 23:51). Havia algo em José, entretanto, que não era bom. Até a época da morte de Jesus, ele tinha sido um discípulo de Jesus, "ocultamente pelo receio que tinha dos judeus" (João 19:38). Ninguém jamais deve se envergonhar de Jesus, independente das circunstâncias. Mas a morte de Jesus e a necessidade de ter um enterro decente trouxeram à tona o melhor de José. "Dirigiu-se resolutamente a Pilatos e pediu o corpo de Jesus", diz Marcos (15:43). McGarvey fala acerca do ato de coragem de José: "É estranho que aqueles que não tinham medo de ser discípulos tiveram medo de pedir o corpo do Senhor, mas aquele que teve medo de ser discípulo não temeu fazê-lo" (The Fourfold Gospel, p. 735). É bem possível que José, como Ester, tinha sido elevado ao cargo "para conjuntura como esta" (Ester 4:14).
Nicodemos chefe dos judeus, fariseu, também membro do conselho. João, em seu relato, teve o cuidado de identificar o Nicodemos que ajudou no enterro de Jesus com o mesmo Nicodemos que antes veio a Jesus "de noite". Nicodemos, como José, tinha muitas qualidades excelentes. Ele tinha estado disposto a ouvir pessoalmente sem depender do que os outros diziam a seu respeito. Ele tinha reconhecido a legitimidade do ensino e do poder de Jesus: "Sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus" (João 3:2). Certa vez ele tinha questionado o conselho sobre a indisposição de ouvir Jesus com justiça (João 7:45-52). Nicodemos, porém, como José, não havia confessado abertamente a fé em Cristo. Na morte de Cristo, entretanto, corajosamente uniu-se a José no enterro, Nicodemos fornecendo o ungüento, e José, o túmulo.
Este artigo não pretende depor contra os apóstolos. A coragem, a fé, a lealdade e a dedicação deles tinham superado vários testes. Mas José de Arimatéia e Nicodemos foram aqueles que deram um passo a frente no momento em que os apóstolos falharam. Eles nos são uma inspiração. Os atos deles falam de coragem nas mais difíceis circunstâncias, de ficar de pé e ser útil no momento em que todos estão fraquejando, de mostrar admiração por outra pessoa bem no momento em que ela mais precisa de nós.
Será que José e Nicodemos alguma vez chegaram a professar a fé em Cristo abertamente e se submeter completamente à sua vontade? Não sabemos, mas gostaríamos de pensar que sim. Em caso negativo, a coragem deles nessa única ocasião não será suficiente para a salvação eterna, mas podemos ser gratos por esses dois homens que prestaram um maravilhoso serviço ao nosso Senhor, quando mais ninguém estava disposto a fazê-lo.

sábado, 29 de setembro de 2012

A HISTÓRIA VERDADEIRA DA SENHORA APARECIDA


A " PADROEIRA DO BRASIL "?

A HISTÓRIA
Esse é o registro histórico feito pelos cientistas brasileiros (SBPC), é também um aviso ao clero, seria bem melhor esse clero estimar com respeito a capacidade de pensar do povo brasileiro.
A pequena imagem encontrada por três pescadores pobres no Rio Paraíba em 1717, foi assim elevada a mais alta distinção (Pela Igreja Católica Apostólica Romana).
Tentativa de substituir o positivismo lógico pela idolatria
Como forma de reagir à decadência eclesiástica ocorrida durante o Império e, ao mesmo tempo, se opor à ideologia positivista da República, o episcopado decidiu investir nas peregrinações populares já existentes, conforme consta da instrução coletiva datada de 06 de janeiro de 1900, que oficializava, do ponto de vista da Igreja, a política de promoção de romarias.
A idolatria do Estado
Em 1930, o papa Pio XI declarou a Senhora da Conceição Aparecida padroeira do Brasil. Em 31 de maio do ano seguinte (1931) no Rio de Janeiro, o cardeal Leme dirigiu a proclamação, mostrando ao presidente Getúlio Vargas quanto poder pode emanar de uma pequenina imagem de barro.
Ele só se esqueceu das palavras do Profeta Jeremias que devidamente inspirado por Deus falou: “Os ídolos são como espantalho em pepinal e não podem falar, necessitam de quem os leve, porquanto não podem andar”. Não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, e não está neles o fazer o bem. Jeremias 10:5
Autoridades civis e militares assistiram os bispos dedicarem à nação à boneca ricamente vestida, quando o papa chegou em 1980 o governo finalmente declarou feriado nacional no dia de Aparecida, agora comemorado em 12 de Outubro. Nesse momento a religião católica se torna "oficial", e de uma forma ridícula, através de uma heresia estudada e finalmente imposta pela poderosa igreja católica. Essa também é a rezão de sua decadência, a cada ano perde mais adeptos, já está previsto que já não será a religião predominante num futuro próximo.
O interesse político pela idolatria religiosa
O então (1980) governador Paulo Maluf. homem sensível aos números, fez uma contribuição especial:
Em tempo recorde, um monte vizinho ao templo foi aplainado para acomodar confortavelmente três mil ônibus. Mas os organizadores continuaram a temer que o espaço fosse por demais exíguo para as massas que deveriam acorrer a Aparecida. A excitação antecipada deu lugar ao alarme. Estaria a cidade capacitada para acolher uma multidão que poderia ultrapassar dois milhões de pessoas?
O resultado foi surpreendente. João Paulo II, que vinha reunindo multidões nunca dantes vistas, foi acolhido em Aparecida por apenas 300.000 féis, número costumeiro para um bom Domingo. Esse foi o primeiro sinal de que haveria retrocesso entre os católicos mais esclarecidos. Dificilmente se vê universitários entre os romeiros.
As explicações para o fracasso deslizaram para o terreno das acusações mútuas entre autoridades eclesiásticas e políticas responsáveis pela organização do evento. O futuro aguarda explicações ainda mais complexas, pois não terão como recuperar a perda de adeptos que já está acelerando-se por conta desse desvio na Igreja Católica no Brasil.
Mas no Brasil, o povo e o clero nunca rezaram exatamente para a mesma imagem

O Padre Cícero é o padroeiro de parte do Nordeste
São três as faces dos santos no Brasil
Alem de rainha, Senhora e mãe, Aparecida é Conceição. E Conceição é Mamãe Oxum, deusa das águas doces. Também pode ser Iemanjá, a senhora do mar. No Rio de Janeiro a umbanda identifica Aparecida com Oxum. Na Bahia Senhora Conceição da praia, padroeira do estado, é Iemanjá na praia grande, no Rio Grande do Sul é Senhora da Conceição com direito a feriado em 08 de Dezembro (Padroeira da Capital Gaucha).
Em Aparecida do Norte, o mercado de souvenires religiosos exibe nas prateleiras as imagens cristãs e seus equivalentes nos cultos afro-brasileiras invadem seu catolicismo, impondo importantes transformações nos princípios ordenadores da Sagrada Família.
No Brasil os religiosos europeus defrontaram-se com tradições que os desconcertavam: termos como “pagãos” profanos” “supersticiosos “e “abusos” tornaram-se comuns em seus discursos sobre os féis, que, no entanto, formavam as massas de romeiros tão apreciadas pelo clero (Por isso deixaram o povo na ignorância, o mais importante é o numero e o resultado financeiro)

Um país propício ao engano da idolatria

“Estamos num país no qual a pastoral foi quase nula, isto é, (um país) sem instrução, (sem) admoestações e (sem o) bom exemplo das curas”.

Isaías 40:20
“O empobrecido, que não pode oferecer tanto, escolhe madeira que não apodrece; procura para si um artífice perito, para gravar uma imagem que não se pode mover.”
Raízes da cultura religiosa brasileira
A guerra entre “santos”
Segundo Evans-Pritchard O povo da umbanda opera no interior de um sistema místico de acusações. Para identificar a causa de um infortúnio, as perguntas pertinentes são do tipo:
Quem lhe deseja mal?”
Que santo foi invocado para atormentá-lo?”
Que meios rituais foram utilizados para provocar o malefício?”

Feitos o diagnóstico e a identificação, trata-se de deter o mal por meio de rituais e santos suficientemente fortes para neutralizar as forças maléficas.
Testemunho de um Católico Apostólico Romano
As histórias que ouvi da organizadora da romaria, sobre suas transações com a Pomba Gira das Sete Encruzilhadas, deixariam qualquer cristão de cabelo em pé”.
O povo brasileiro
Sua extrema mobilidade, sua capacidade de manipular códigos distintos e fazer combinações inesperadas, sua incrível inventividade religiosa, são alguns sinais de uma espécie de síndrome religiosa do nosso país. ‘

A busca inútil
Isaías 46:7
Eles o tomam sobre os ombros, o levam, e o colocam no seu lugar, e ali permanece; do seu lugar não se pode mover; e, se recorrem a ele, resposta nenhuma dá, nem livra alguém da sua tribulação.”
Conclusão:
Cabendo ao sacerdote, neste caso, tornar-se intérprete arguto e sutil das tensões (*) que compõem a existência de cada um de nós.
 As tensões, daqueles que participam do catolicismo e das religiões afro-brasileira, porém os que confiam no Senhor não se abalam, mas permanecem para sempre e Nele encontram refúgio e descanso.
A nossa Confiança:
A confiança é suprasensível, está ligada à graça de Deus por meio de Jesus Cristo, que é o objeto de adoração, nós o sujeito. A confiança criada pela Igreja Católica mediante um objeto criado pelo homem é uma heresia total.
1: →“ O Senhor é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei? “ Salmos 27:1
2:→ “A minha alma espera somente em Deus, dele vem a minha salvação” Salmos 62:1
3→ “Vinte a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviareis” Mateus 11:28.

Após esta leitura e assistir ao video abaixo, tire suas próprias conclusões, atualmente no Brasil somos pouco mais de cinquenta milhões de Cristãos Evangélicos; em uma população de aproximadamente duzentos milhões de habitantes, de várias religiões e até mesmo ateus, se você crê em Deus e tem acesso a Bíblia Sagrada não se deixe enganar só existe um Deus que te cura, liberta e salva para a vida eterna, não despreze esta oportunidade...  Devemos admirar e respeitar a mãe de Jesus Cristo, mas no entanto jamais devemos idolatrar e adorá-la, pois somente Deus é digno de Adoração...



"Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.  1 Timóteo 2:5"


Culto dos Jovens! 06 de Outubro - Convite...

Venha com sua família, ouça a voz de Deus lhe chamando!!!




quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O TAMANHO DO PROBLEMA!


Não fale a Deus o tamanho do seu problema, fale ao seu problema o tamanho do seu Deus!
"Posso todas as coisas naquele que me fortalece."  Filipenses 4:13
"Livrou-me do meu inimigo forte e dos que me odiavam, pois eram mais poderosos do que eu." Salmos 18:17

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

FAMÍLIA UM PROJETO DE DEUS - CUIDE MUITO BEM DA SUA!


Deus nos confiou a guarda de pessoas, esposas, esposos, filhos, filhas, netos e netas, genros e noras; e estas pessoas são a nossa família, leia com muita atenção o texto abaixo e medite sobre ele... 

Quanto vale o seu tempo?
Só R$ 25,00
Um homem chegou em casa tarde do trabalho, cansado e irritado encontrou o seu filho de 5 anos esperando por ele na porta .
- "Pai, posso fazer-lhe uma pergunta?"
- "O que é?" - respondeu o homem.
- "Pai, quanto você ganha em uma hora?"
- "Isso não é da sua conta. Porque você esta perguntando uma coisa dessas?", o homem disse agressivo.
- "Eu só quero saber . Por favor me diga, quanto você ganha em uma hora?"
- "Se você quer saber, eu ganho R$ 50 por hora."
- "Ah..." o menino respondeu, com sua cabeça para baixo.
- "Pai, pode me emprestar R$ 25,00?"
O pai estava furioso, "Essa é a única razão pela qual você me perguntou isso? Pensa que é assim que você pode conseguir algum dinheiro para comprar um brinquedo ou algum outro disparate? Vá direto para o seu quarto e vá para a cama. Pense sobre o quanto você está sendo egoísta", "Eu não trabalho duramente todos os dias para tais infantilidades."
O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.
O homem sentou e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do menino.
- Como ele ousa fazer essas perguntas só para ganhar algum dinheiro?
Após cerca de uma hora, o homem tinha se acalmado e começou a pensar.
Talvez houvesse algo que ele realmente precisava comprar com esses R$ 25,00 e ele realmente não pedia dinheiro com muita freqüência. O homem foi para a porta do quarto do menino e abriu a porta.
- "Você está dormindo, meu filho?", Ele perguntou.
- "Não pai, estou acordado", respondeu o garoto.
- "Eu estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você a pouco?", afirmou o homem. "Tive um longo dia e acabei descarregando em você. Aqui estão os R$ 25 que você me pediu."
O menino se levantou sorrindo. "Oh, obrigado pai!" gritou. Então, chegando em seu travesseiro ele puxou alguns trocados amassados.
O homem viu que o menino já tinha algum dinheiro, e começou a se enfurecer novamente.
O menino lentamente contou o seu dinheiro , em seguida olhou para seu pai.
- "Por que você quer mais dinheiro se você já tinha?" - Gruniu o pai.
- "Porque eu não tinha o suficiente, mas agora eu tenho", respondeu o menino.
- "Papai, eu tenho R$ 50 agora. Posso comprar uma hora do seu tempo? Por favor, chegue em casa mais cedo amanhã. Eu gostaria de jantar com você."
O pai ficou arrasado...
Ele colocou seus braços em torno de seu filho, e pediu o seu perdão.
É apenas uma pequena lembrança a todos nós que trabalhamos arduamente na vida.
Não devemos deixar escorregar através dos nossos dedos o tempo sem ter passado algum desse tempo com aqueles que realmente importam para nós, os que estão perto de nossos corações.
Não se esqueça de compartilhar esses R$ 50 no valor do seu tempo com alguém que você ama.
Se morrermos amanhã, a empresa para a qual estamos trabalhando, poderá facilmente substituir-nos em uma questão de horas.
Mas a família e amigos que deixamos para trás irão sentir essa perda para o resto de suas vidas.
Lembre - se das palavras do Senhor: (I Tm 5:8)
Ora,se alguém não tem cuidado dos seus,e especialmente aos
da própria casa;tem negado a fé e é pior do que o descrente.
De valor a sua família ela é projeto de Deus!!!

Acesse também para mais estudos: http://www.ubeblogs.com.br/profile/JULIOCESARMARTINS

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Ação Missionária - Evangelismo em Brazilinha-Goias


Pastor Rafael e sua família - ADET Brazilinha 17
Planaltina de Goias
DSC_5384
No dia 22 de Setembro de 2012 (sábado), no horário das 09:00 às 22:00 horas; no bairro de Brazilinha 17; em Planaltina de Goias, foi realizada uma ação missionária em conjunto das Igrejas Assembleia de Deus de Taguatinga ADET Asa Norte e ADET Brazilinha 17, no decorrer do dia foram desenvolvidas as seguintes atividades, Dirigidas pelo Pastor Isaque Chagas (ADET Asa Norte) e Pastor Rafael (ADET Brazilinha 17); com a coordenação e organização pelos Missionários Julio e Iséti (ADET Asa Norte):
- 09:00 às 10:00 - Deslocamento de Brasília-DF para Planaltina de Goias

A pequena Missionária Ana Luísa...

- 10:00 às 12:00 horas - Culto de Adoração e Louvor - Em comemoração ao 5º Aniversário da Igreja ADET de Brazilinha 17 
Pastor Rafael e seu cavaquinho momento de louvor...
DSC_5118
DSC_5110

- 12:30 h. - Almoço




- 14:30 às 18:00 - Movimento de Evangelismo Pessoal com distribuição de mensagens biblicas 
DSC_5206
DSC_5200
DSC_5227
DSC_5230
DSC_5218
DSC_5220
DSC_5202
DSC_5201
DSC_5200
DSC_5199
DSC_5198
DSC_5189
DSC_5194

- 19:00 às 21:30 horas - Culto de Ação de Graças (ao ar livre) - Pela realização do Movimento de Evangelismo e em agradecimento ao 5º Aniversário da Igreja ADET de Brazilinha 17  - Durante a realização deste Culto e logo no seu início ouve a manifestação do Espírito Santo de Deus; sendo que três pessoas aceitaram a Jesus Cristo como Senhor e Salvador, e outras várias pessoas foram impactadas e reafirmaram seus propósitos em Deus...
DSC_5284
DSC_5282
DSC_5279
DSC_5265
DSC_5243
DSC_5367
DSC_5304
O evento teve como texto Áureo o versículo nº 6 do Capítulo 41 do Livro de Isaias, que diz o seguinte: "Um ao outro ajudou, e ao seu irmão disse: Esforça-te."
Toda a Honra e toda a Glória seja a Deus; pela realização e consequente sucesso do evento!
Para acessar mais fotos click aqui: http://www.flickr.com/photos/romerio/

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

AS CRÍTICAS DESTRUTIVAS QUEIMAM MAIS QUE O FOGO!

É; as críticas quando vem de forma a não ajudar, mas sim para destruir o que estamos fazendo dentro da vontade de Deus nos fazem entristecer o coração e queimam mais que o fogo nos causando grande dor. Tenho sido apedrejado até mesmo por irmãos em Cristo que criticam a minha forma de levar o entendimento sobre o verdadeiro Deus nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, quando ministro que religiões,  padres, pastores e até mesmo igrejas não salvam nossas almas, mas sim Jesus Cristo logo vem as críticas destrutivas, sim destrutivas; pois querem destruir o que Deus fala ao meu coração por intermédio de Sua maravilhosa e abençoadora palavra. Nossa luta não é contra pessoas (contra a carne e o sangue) "Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:11-12". Então que culpa há em um Católico Apostólico Romano ou em um dedicado Espírita, observemos o versículo de número 11, devemo estar sempre atentos e em guarda contra as ciladas do diabo o único inimigo de nossas almas, as pessoas buscam amparo religioso por suas necessidades pessoais físicas, emocionais enfim para suprir as necessidades que não são supridas naturalmente, dai vem o provalecimento diabólico com ensinamentos de idolatria, visão e conversa com entes queridos que faleceram, falsos ensinamentos que buscam afastar as pessoas do verdadeiro e único Deus que cura, liberta, prospera e salva as nossas almas do fogo eterno. A palavra de Deus não condena ninguém são os próprios que se deixam enganar que poem a corda no pescoço um grande exemplo disto foi Judas que teve a chance de não trair Jesus; e chance do arrependimento no entanto o que ele fez deu ouvidos ao diabo e se suicidou, tirando a própria vida não teve o verdaeiro arrependimento e perdeu a sua chance de salvação. Medite sobre isto e veja onde estamos errando, no que temos criticado os outros até mesmo em congregações Evangélicas vem ocorrendo isto uma denominação criticando o trabalho da outra, a doutrina vem de Deus a cada um  segundo o Seu entendimento..


   

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

O Centurião e os Guardas

Ibis ad crucem." "Irás para a cruz." Com esse decreto selou-se o destino físico do Senhor. Ele, como milhares, antes e depois dele, dirigia-se ao "lugar da caveira", escoltado por um quaterno, um grupo de quatro soldados romanos. À medida que as coisas foram acontecendo no Calvário, podiam-se ver duas outras cenas completamente opostas: os guardas lançando sorte de um lado e o centurião se confessando, do outro. Segundo a tradição, os guardas ficavam com os pertences do condenado. Esperaria-se poucos bens de alguém que dizia: As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça" (Lucas 9:58). Dinheiro, nenhum. Jóia nenhuma. Não fazia mal. Aqueles soldados apostarão com alegria sobre qualquer coisa de valor que esse Rei possa ter (João 19:23-24). Como Caifás, antes deles, eles eram personagens inconscientes na concretização da profecia (João 11:49-52). Como milhares após eles, eles mostravam uma visão triste e sinistra da religião.

Simplesmente, para os guardas, o Salvador era uma fonte. Seus discípulos são muitos S vendo o Salvador (e a religião em geral) como algum tipo de máquina divina movida a fichas. O cristianismo se reduziu a um caso de egoísmo e interesse pessoal. O Salão Social me alimentará. O Centro de Apoio à Família me exercitará. O Culto me entreterá. Os grupos de Apoio e Recuperação me curarão. O Serviço de Aconselhamento me dará incentivo. E ninguém me rejeitará.

"O que eu ganho com isso?" virou o lema da época. Muito do sistema religioso de nossos dias parece estar edificado sobre a crença de que somos felizes de ser cristãos porque Deus nos abençoa materialmente. Não estamos tratando o amor de Deus e o sangue de Cristo como artigos de pouco valor quando brincamos com jogos ao pé da cruz? "Se você me ama, Senhor, eu quero um carro novo. Um emprego melhor. Uma família feliz. Uma saúde perfeita. Um salário maior. Umas férias tranqüilas. Pode ser qualquer dos itens acima ou todos eles em conjunto."

E o Salvador deve chorar.

Como puderam S como podemos S esquecer daquilo que Paulo classificou como da maior importância "que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras" (1 Coríntios 15:3)? Como puderam S como podemos S estar tão próximos do sangue redentor, santificador e purificador (Efésios 1:7; Hebreus 13:12; 1 João1:7) e estar preocupados com nossos interesses pessoais?

Que nunca possa ser afirmado a nosso respeito, como um autor disse acerca desses lançadores de sorte: "Tão próximos do madeiro, mas tão distantes do sangue. Tão perto da cruz, mas tão longe de Cristo".

A Confissão do Centurião

Num dia normal, ele estaria dando ordens a cem dos mais excelentes guerreiros romanos, não supervisionando um esquadrão de morte composto de quatro homens. Mas esse dia não é como os demais. Era impossível chegar ao cargo de centurião sem ficar familiarizado com a morte. Com certeza ele tinha visto homens morrer. Tinha ouvido o desespero deles quando a dor sobrepujou a coragem. Ele tinha-os ouvido amaldiçoar os soldados que os crucificaram, o pai e mãe, o dia em que nasceram. E os tinha ouvido amaldiçoar a Deus. Mas esse dia ele ouviu o Filho de Deus.

Ele ouviu o Salvador oferecer perdão à multidão e esperança a um ladrão. Ele o ouviu tomando providências para que sua mãe não ficasse desamparada. Ele ouviu o brado de vitória e a oração de fé no Pai. E diga o que disser sobre o centurião, nada daquilo que presenciou foi perdido.

Será que o centurião tinha visto Jesus ressuscitar mortos, andar sobre as águas ou dar vista aos cegos? Não sei. Mas viu Jesus morrer. Ele ouviu o grito de vitória, sentiu o chão tremer e ficou espantado com a negridão que havia tomado o lugar do sol do meio-dia. Para o centurião, a prova era absoluta, e a conclusão óbvia: "Verdadeiramente, este homem era o Filho de Deus" (Marcos 15:39).

A promessa de Jesus já estava sendo cumprida: "E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo" (João 12:32). De todas as coisas do mundo de Deus, é a cruz que não pode ser menosprezada. É a cruz que desmascara a perversidade do pecado, a natureza hedionda de nossos crimes contra Deus. É na cruz que Deus se "fez pecado por nós" e na cruz que ele carregou "em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados" (2 Coríntios 5:21; 1 Pedro 2:24). É na cruz que vemos o grau de amor que Deus tem pela humanidade (Romanos 5:8). Até mesmo por um velho centurião encrostado. E até por você e por mim. Como podemos nos distanciar da cruz? Como podemos aproximar-nos da cruz por interesse pessoal? Como podemos deixar de confessar junto com o centurião: "Verdadeiramente, este homem é o Filho de Deus!"?

Mas talvez a verdadeira questão é: o que o centurião fez com a sua nova fé? Será que simplesmente voltou para o quartel-general e registrou os acontecimentos daquele dia em meio a uma carreira cheia de lembranças? Ou será que sete semanas depois seria encontrado em meio à multidão, ouvindo um sermão comovente que convocava ao arrependimento, mais uma vez confessando a sua fé S e agora fazendo aquela confissão anterior ao batismo para a salvação? Espero que sim. E espero que você faça o mesmo.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Cartas para um Jovem Evangelista!

Timóteo, amado "filho" na fé. O jovem Timóteo morava na cidade asiática de Listra, e era filho de uma judia crente e um pai grego (veja Atos 16:1). É provável que Timóteo e sua mãe fossem convertidos pela pregação de Paulo durante a primeira viagem missionária do apóstolo (veja Atos 14). Ao visitar Listra novamente durante sua segunda viagem, Paulo ouviu o bom teste-munho dos irmãos sobre Timóteo e decidiu levá-lo consigo para o trabalho da pregação do evangelho (Atos 16:2-3). Sendo que o pai de Timóteo não era cristão, Paulo logo se tornou como um "pai" na fé para este discípulo. O apóstolo mostra grande respeito, confiança, e amor por Timóteo, mencionando o discípulo com muita afeição em 8 das 13 cartas que escreveu.

O tema das cartas. A tarefa de Timóteo na cidade de Éfeso não era pequena. Paulo o havia deixado com o cargo de corrigir "certas pessoas" que estavam promovendo erro doutrinário (1 Timóteo 1:3). Na primeira carta, para ajudá-lo a combater estes falsos mestres, Paulo ensina a Timóteo "como se deve proceder na casa de Deus" (1 Timóteo 3:15). Embora que Timóteo fosse ainda jovem (1 Timóteo 4:12), ele teria que ensi-nar e ordenar estes mandamentos de Deus aos irmãos de Éfeso (1 Timóteo 4:6,11,16).

Na segunda carta, Paulo encoraja Timóteo a continuar pregando a palavra, corrigindo e repreendendo "com toda a longanimidade e doutrina" (2 Timóteo 4:2), mesmo no meio de muitas perseguições pelas mãos dos infiéis (2 Timóteo 1:8; 2:3; 3:12-13; 4:5).

A ênfase de Paulo nestas duas cartas está sempre voltada à palavra de Deus. Tudo o que Timóteo precisava, tanto para corrigir erros doutrinários como para ficar firme no meio de tribulação, ele poderia achar na palavra do Senhor. Por este motivo, Paulo exorta a Timóteo: "aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino" (1 Timóteo 4:13), e "procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro...que maneja bem a palavra da verdade" (2 Timóteo 2:15).

Paulo sabia que Timóteo precisava da palavra de Deus para fazer o trabalho de evangelista. Ele não ordenava que Timóteo se apoiasse na sua "experiência", e nem que ele estudasse teologia para aprender pregar. Em vez disso Paulo mandou: "tem cuidado de ti mesmo e da doutrina...porque, fazendo assim, salvarás tanto a ti mesmo como aos teus ouvintes" (1 Timóteo 4:16).

O caráter das cartas. Paulo, embora tendo grande intimidade como um "pai" para Timóteo, começa as duas cartas falando da sua autoridade como apóstolo (1 Timóteo 1:1; 2 Timóteo 1:1). Estas não são meramente cartas particulares, mas contêm a revelação divina de Deus (veja 1 Coríntios 14:37; Efésios 3:3-5; 2 Pedro 3:15-16).

As cartas foram escritas inicialmente para Timóteo, e assim contêm muitas referências particulares, que não podemos aplicar como mandamento do Senhor (veja 1 Timóteo 1:3 e 5:23; 2 Timóteo 4:21). Mesmo assim, elas têm um segundo nível de aplicação universal, revelando a vontade de Deus sobre o papel das mulheres (1 Timóteo 2:11-15), as qualificações dos bispos e diáconos (1 Timóteo 3:1-13), a inspiração das Escrituras (2 Timóteo 3:14-17), e várias outras coisas.

sábado, 15 de setembro de 2012

A Igreja de Cristo!


No começo da década de 1960, o irmão André, um homem proveniente da Holanda, contrabandeou um grande número de Bíblias para dentro da Romênia, quando essa ainda era dominada pelo comunismo. Ele chegou a um hotel e começou a orar para que Deus o guiasse a fim de encontrar os grupos certos de cristãos, aqueles que poderiam fazer melhor uso de suas cópias das Escrituras.
Naquele final de semana, André se dirigiu ao recepcionista do hotel e perguntou onde ele poderia encontrar uma igreja.
O recepcionista olhou para ele de maneira um pouco estranha e respondeu: "Sabe, não temos muitas dessas por aqui. Além disso, acho que você não entenderia o idioma".
"Você não sabe?", respondeu André. "Os cristãos falam um tipo de linguagem universal".
"Sério? Qual é?".
"Ela é denominada Ágape".
O recepcionista nunca tinha ouvido falar disso, mas André o assegurou: "Essa é a língua mais maravilhosa do mundo".
André foi capaz de localizar várias congregações e igrejas naquela área e conseguiu arrumar um encontro com o presidente e o secretário de determinada denominação. Infelizmente, apesar de tanto André quanto os homens conhecerem vários idiomas europeus, eles não encontraram nenhum em comum. Por isso, eles se sentaram um de frente ao outro. André tinha viajado por muitos quilômetros e passado por muitos perigos com sua preciosa carga, mas não havia jeito de saber se esses homens eram cristãos genuínos ou se eram informantes do governo.

Finalmente, ele viu uma Bíblia romena sobre uma escrivaninha no escritório. André pegou em seu bolso uma Bíblia em holandês. Ele abriu-a em 1 Coríntios 16:20 e apontou para o nome do livro, para que eles pudessem reconhecer. Instantaneamente, seus rostos se iluminaram. Eles rapidamente encontraram o mesmo capítulo e verso em suas Bíblias romenas e leram:
"Todos os irmãos daqui lhes enviam saudações. Saúdem uns aos outros com beijo santo".
Um homem se colocou atrás de André. Um deles abriu a Bíblia em Provérbios 25:25. André encontrou o verso e leu: "Como água fresca para a garganta sedenta é a boa notícia que chega de uma terra distante".
Esses homens passaram meia hora conversando e se congratulando - usando apenas as palavras das Escrituras. Eles estavam tão felizes por terem cruzado as fronteiras culturais e terem conseguido criar laços fraternos que riram até lágrimas escorrerem de seus olhos.
André sabia que havia encontrado seus irmãos. Quando ele lhes mostrou a carga de Bíblias, os romenos ficaram radiantes e o abraçaram várias vezes.
Naquela noite, no hotel, o recepcionista se aproximou de André e comentou: "Veja só, eu procurei a palavra 'ágape' no dicionário. Não há nenhum idioma com esse nome. Essa apenas é a palavra grega para o termo amor".
André replicou: "Exatamente. Estive usando esse idioma a tarde inteira".

Você já descobriu esse maravilhoso idioma? Nessa Lição você vai aprender sobre como Deus pode incluir a todos num grande círculo de amor.

1. A IGREJA FOI CRIADA PARA A COMUNHÃO
Jesus estabeleceu a igreja a fim de suprir a demanda básica do ser humano de ter cuidado e apoio. Todos temos necessidades. E é para isso que existe a igreja. Ela é um lugar aonde vamos para encontrar companheirismo e ajudar uns aos outros. As Escrituras nos relevam uma igreja apostólica dinâmica que convidava homens e mulheres a participarem de um companheirismo alegre que se estendia até o Todo-Poderoso Deus:
"Nós lhes proclamamos o que vimos e ouvimos para que vocês também tenham COMUNHÃO CONOSCO. NOSSA COMUNHÃO É COM O PAI E COM SEU FILHO Jesus Cristo. Escrevemos estas coisas para que a nossa alegria seja completa". I João 1:3, 4 (A não ser quando indicado, todos os textos bíblicos da série DESCOBERTAS BÍBLICAS são da Nova Versão Internacional da Bíblia [NVI].).
Uma comunidade que tem os corações unidos pelo contato com Jesus e uns com os outros, experimenta a "alegria" completa! Todos falam o mesmo idioma, o idioma do amor.
Os cristãos se tornam parte de uma família maior. Eles se tornam irmãos e irmãs em Cristo já que todos têm o mesmo espírito. Quanto maior a unidade dos crentes, mais fortes são os laços que unem os cristãos.
Os membros das igrejas fundadas pelos apóstolos de Jesus eram unidos por terem a mesma crença, por seu amor por Deus, e por seu desejo de serví-lO e partilhar Sua graça com o mundo. Esse laço íntimo de comunhão era uma das razões porque essa minoria impotente e perseguida virou o mundo de pernas para o ar.
2. A IGREJA ESTABELECIDA POR CRISTO
Será que Cristo teve uma igreja, ou a idéia de uma organização religiosa é apenas uma invenção humana? Jesus responde:
"Sobre esta PEDRA edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la". Mateus 16:18
Jesus é a Rocha segura, a Pedra Angular, de Sua igreja.
Qual foi o grupo que participou da fundação da igreja?
"Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular". Efésios 2:20
O que o Senhor fazia quando o evangelho era pregado?
"Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos". Atos 2:47, Versão Almeida Revista e Atualizada, 2a edição.
Quando Jesus fundou a igreja, Ele prometeu que as portas do inferno não poderiam vencê-la (Mateus 16:18), e a igreja cristã sobrevive até hoje. Ela já teve inimigos extremamente poderosos - desde imperadores romanos até ditadores comunistas - mas o sangue dos mártires apenas fez com que ela crescesse com mais força. Quando um cristão era queimado na fogueira ou jogado aos leões, vários outros grupos surgiam para tomar o lugar deixado por ele/ela. Os céticos já fizeram tudo o que podiam para, racionalmente, acabar com a igreja cristã. Mas a verdade cristã é muito mais eloqüente do que qualquer era científica ou secular.
Um dos maiores desafios da igreja apareceu pouco tempo depois de sua aceitação como religião oficial do Império Romano. A igreja cresceu em prosperidade, e com o tempo se corrompeu. Ela pareceu estar espiritualmente morta na Idade das Trevas. No entanto, o Senhor sempre preservou um núcleo de cristãos corajosos e fiéis que, diante de tempos difíceis e sofridos, brilhou como estrelas numa noite escura.
Paulo compara a relação de Cristo com Sua igreja como um relacionamento amável e protetor de um marido para com sua esposa (Efésios 5:23-25). A igreja é uma família, e cada membro precisa estabelecer relações com os outros membros da família e contribuir para o seu bem estar (Efésios 2:19).
Paulo também apresenta a igreja como o corpo vivo, com o próprio Cristo sendo a cabeça (Colossenses 1:18).
Quando somos batizados, testemunhamos de nossa fé em Jesus e nos tornamos membros do "corpo" da igreja.
"Pois EM UM SÓ CORPO todos nós fomos BATIZADOS". I Coríntios 12:13
O livro de Apocalipse retrata o Cristo ressurrecto andando pelas igrejas, mostrando Seu cuidado por elas (Apocalipse 1:20, 12, 13). Cristo nunca se esqueceu de Seu povo, e Ele nunca fará isso.
3. UMA IGREJA COM UM PROPÓSITO
A freqüência à igreja é vital para um cristão. Precisamos apoiar os outros para manter nossa fé viva e crescendo.
A igreja também exerce três outros papéis importantes:
(1) A IGREJA É A GUARDIÃ DA VERDADE
Como "coluna e fundamento da verdade" (1 Timóteo 3:15), a igreja apresenta e defende a verdade de Deus ao mundo. Precisamos da sabedoria coletiva dos outros membros para que possamos nos concentrar nas verdades essenciais das Escrituras.
(2) A IGREJA É UM EXEMPLO DO QUE A GRAÇA DE DEUS PODE FAZER PELOS PECADORES. As mudanças que Cristo tem feito na vida dos crentes testemunham de que Deus nos chamou para "Sua maravilhosa luz". (1 Pedro 2:9).
(3) O POVO DE DEUS DÁ TESTEMUNHO A UM MUNDO CARENTE. Pouco antes de voltar ao céu, Jesus prometeu a Seus discípulos:
"Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda Judéia e Samaria, e até os confins da terra". Atos 1:8
É um grande privilégio para a igreja levar a mensagem do imenso amor de Deus a todo o mundo.
4. FORÇA ATRAVÉS DA ORGANIZAÇÃO
A igreja que Cristo estabeleceu tem uma organização definida. Alguém pode ser incluído ou excluído de seu rol de membros (Mateus 18:15-18). A igreja de Deus escolhia líderes e tinha um quartel general mundial, bem como lugares de reunião locais (Atos 8:14; 14:23; 15:2; I Timóteo 3:1-13). Quando eram batizados, os crentes se uniam num grupo organizado (Atos 2:41 e 47).
A igreja existe para encorajamento mútuo.
"E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas PROCUREMOS ENCORAJAR-NOS UNS AOS OUTROS, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia". Hebreus 10:24, 25

Isso é, em resumo, o que um grupo saudável da igreja faz. Seus membros se edificam em fé, e encorajam uns aos outros. Deus organizou Sua igreja para fortalecer o povo de Deus e também servir ao mundo. Podemos fazer muito mais juntos do que conseguimos quando agimos individualmente. Vejamos apenas um exemplo: a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Desenvolvemos uma grande obra médica ao redor do mundo - desde ambulatórios móveis na periferia das cidades até clínicas em ilhas remotas do Pacífico Sul. Nossas instituições educacionais têm levado milhares e milhares de jovens a conhecer uma vida melhor em Cristo - desde a Universidade de Loma Linda, nos Estados Unidos, que foi pioneira nos transplantes de coração no mundo, até pequenas escolas missionárias espalhadas pelo interior da África. Atuamos para aliviar a fome e os desastres através da nossa agência de recursos ADRA. As igrejas locais ajudam a distribuir roupas e alimentar os pobres e os sem teto em milhares de Centros Comunitários de Serviço. E grupos de crentes adventistas estão partilhando a mensagem da salvação em mais de 200 países. Apenas um grupo organizado de cristãos dedicados poderia causar esse tremendo impacto a nível mundial.
Cristo e os apóstolos compararam a igreja a um corpo, e ressaltaram que todas as partes do corpo são necessárias (I Coríntios 12:21-28). Todas as partes do corpo não são exatamente iguais, ainda assim, todas são importantes e devem trabalhar juntas em harmonia. Um olho separado do corpo não pode ver. Uma mão decepada não tem valor. Seja um olho, uma mão ou apenas um dedo, não podemos ser totalmente eficientes para Cristo sozinhos. Pertencer a uma igreja, estar unido a um corpo de membros, nos fortalece como cristãos.
5. A ALEGRIA DA ADORAÇÃO
Lá no fundo de nossos corações existe um desejo de adorar a Deus, e essa necessidade pode desaparecer se não for expressa. Como o salmista se sentia quando pensava sobre ir ao lugar de adoração?
"ALEGREI-ME com os que me disseram: 'Vamos à casa do Senhor'". Salmo 122:1
Qual o papel que a música tem na adoração pública?
"Prestem culto ao Senhor com alegria; entre na Sua presença com cânticos alegres". Salmo 100:2
A Bíblia nos diz que dar ofertas é uma parte apropriada da adoração divina.
"Entrem nos Seus átrios trazendo ofertas. Adorem o Senhor no esplendor da Sua santidade". Salmo 96:8, 9
A oração é um aspecto vital da adoração pública.
"Venham! Adoremos prostrados e ajoelhemos diante do Senhor, nosso Criador". Salmo 95:6
O estudo da Bíblia e a pregação eram o centro da adoração no Novo Testamento. Começando pelo sermão de Pedro no dia do Pentecostes, encontrado em Atos 2, e desde o tempo dos Reformadores Protestantes até os nossos dias, todo reavivamento religioso tem sido fundamentado na pregação bíblica. Por quê? Porque "a Palavra é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes" (Hebreus 4:12, 13).
6. QUAL É O VALOR DA IGREJA?
Alguns objetam que a igreja é cheia de pessoas imperfeitas. O que Henry Ward Beecher disse é verdade: "A igreja não é uma galeria para exibição de cristãos eminentes, mas uma escola para educar os imperfeitos".
Já que nenhum de nós é perfeito, a igreja também nunca será perfeita. Em uma de Suas parábolas, Jesus nos lembrou que o joio cresce entre o trigo (Mateus 13:24-30). Quando lemos as cartas de Paulo no Novo Testamento, descobrimos que a igreja apostólica tinha problemas críticos. E a igreja hoje freqüentemente tem defeitos sérios. Mas lembre-se que nenhuma congregação cheia de falhas jamais poderá destruir ou perturbar a Grande Pedra Angular da igreja - Jesus Cristo. Assim, mesmo em igrejas imperfeitas, precisamos manter nossa motivação principal no Salvador que ministra a nós. Apesar de todas as nossas faltas, a igreja pertence a Ele, por isso, concentre-se em Cristo.
"CRISTO AMOU A IGREJA E ENTREGOU-SE POR ELA para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água mediante a palavra, e para apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável". Efésios 5:25-27
A igreja é tão importante para Jesus que Ele "entregou-se por ela" ao morrer por cada um de nós individualmente, e pela igreja coletivamente. Por isso, ser membro da igreja deveria ser algo importante para você. Você já é membro do corpo de Cristo?
7. ENCONTRANDO UMA IGREJA
Quantas religiões e crenças verdadeiras Jesus tem no mundo?
"Há um só corpo e um só Espírito... há um só Senhor, UMA SÓ FÉ, um só batismo". Efésios 4:4, 5
Já que Cristo tem "uma só fé" nesse mundo, como podemos descobrir qual a religião ou crença verdadeira? Jesus nos dá o segredo:
"Se alguém decidir fazer a vontade de Deus, descobrirá se o meu ensino vem de Deus ou se falo por mim mesmo". João 7:17(Ver também João 8:31, 32).

Quando nos comprometemos em fazer a vontade de Deus, Ele nos ajudará a ver se o ensino vem de Deus ou é apenas tradição humana. O elemento chave para decidir qual igreja freqüentar é examinar seu respeito e submissão à Palavra de Deus. Uma comunhão genuína é construída sobre as verdades das Escrituras, e não apenas ao redor de um líder carismático ou uma grande instituição.
Continue a fazer as descobertas bíblicas nessas lições, ande na luz à medida que ela for sendo revelada a você pela Bíblia, e Deus lhe apresentará claramente qual a Sua vontade para sua vida. Um cristão em crescimento é uma pessoa que abre o coração e a mente para aceitar a verdade como Deus a revela em Sua Palavra.

Classificação da Perseguição Religiosa 2016!

Classificação da Perseguição Religiosa 2016!
Classificação dos 50 Países com Perseguição Religiosa, onde seguir à Jesus pode custar a vida. Atualizado em 2016.

Noticias Gospel Mais...

Parceria

O Evangelho de Jesus Cristo, alçando o Mundo!

My Instram